Brasil reencontra Equador um ano depois da estreia vitoriosa de Tite

Já classificada nas eliminatórias para a Copa do Mundo 2018, a seleção brasileira de futebol enfrenta o Equador

Líder das eliminatórias sul-americanas e já classificada para a Copa do Mundo da Rússia quatro rodadas antes de terminar a disputa pelas quatro vagas do continente, a seleção brasileira de futebol joga nesta quinta-feira (31) contra o Equador, em Porto Alegre, apenas para cumprir tabela, mas com a responsabilidade de manter a posição conquistada sob o comando do técnico Tite, contra o mesmo adversário da estreia vitoriosa do treinador, há um ano, em Quito.

Naquele jogo, no dia 1º de setembro, o Brasil estava em 6º lugar na tabela, fora da zona de classificação para a Copa de 2018, pois só os quatro primeiros colocados têm vaga garantida e o quinto tem o direito de disputar uma repescagem para tentar a classificação. O Brasil venceu a partida por 3×0, com dois gols do estreante Gabriel Jesus, então com 19 anos, que ainda sofreu um pênalti batido e convertido por Neymar.

A seleção iniciava aí uma reação que a levaria ao primeiro lugar das eliminatórias, hoje com 33 pontos, nove a mais que o segundo colocado, a Colômbia, que tem 24. O time que entra em campo nesta quinta-feira, às 21h45, na Arena Grêmio, na 15ª rodada, deverá ser o mesmo do jogo de um ano atrás, já que o meia Phillipe Coutinho, do Liverpool (Inglaterra), deverá ficar no banco: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto; Willian, Neymar e Gabriel Jesus. O capitão será o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madri (Espanha), seguindo um rodízio determinado por Tite.

O jogo em Quito marcou também a quebra de um tabu que incomodava a seleção brasileira há mais de três décadas: o Brasil não vencia o Equador fora de casa desde 1983, quando ganhou por 1x 0, gol de Roberto Dinamite. Os outros jogos da rodada das eliminatórias são os seguintes: Venezuela x Colômbia; Chile x Paraguai; Uruguai x Argentina; Peru x Bolívia.

O Brasil disputou 14 jogos, com 10 vitórias, três empates e uma derrota. Marcou 35 gols e sofreu 10, com saldo de 25. O índice de aproveitamento é de 78,6%. A classificação geral nas eliminatórias é a seguinte: 1º Brasil, 33 pontos; 2º Colômbia, 24; 3º, Uruguai, 23; 4º Chile, 23; 5º Argentina, 22; 6º Equador, 20; 7º Peru, 18; 8º Paraguai, 18; 9º Bolívia, 10; 10 Venezuela, 6.

Desemprego volta a cair e vai a 12,8%, influenciado pela informalidade

No trimestre, mais 721 mil pessoas começaram a trabalhar, principalmente no mercado informal

Influenciada pelo aumento da informalidade no mercado de trabalho, a taxa de desocupação do país caiu 0,8 ponto percentual, em relação ao trimestre encerrado em abril e fechou o período maio a julho deste ano com taxa de desemprego de 12,8%.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados hoje (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que indica ainda que o país tem 13,3 milhões de desempregados,

No trimestre imediatamente anterior, encerrado em abril, a taxa de desemprego havia sido de 13,6%. Na comparação com o mesmo trimestre móvel do ano anterior, houve alta de 1,2 ponto percentual na desocupação.

Os dados representam uma queda de 5,1% no desemprego frente ao trimestre anterior (menos 721 mil pessoas). Mas o desemprego cresceu 12,5% (mais 1,5 milhão de pessoas) no confronto com igual trimestre de 2016.

A população ocupada do país em julho era de 90,7 milhões de pessoas, aumento de 1,6% em relação ao trimestre encerrado em abril. O dado atual não apresenta alteração em relação ao mesmo trimestre de 2016.

Sexto Mutirão da Prefeitura emite carteira de estudante

Interessados devem procurar estande da Secretaria Municipal de Direitos Humanos com documentos pessoais, comprovante de matrícula e foto 3×4

Durante a 6° edição do Mutirão da Prefeitura que acontece neste fim de semana, dias 26 e 27 de agosto, na região do Jardim Itaipu, estudantes da capital poderão adquirir a Carteira de Estudante. Interessados deverão procurar o estande da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (SMDHPA) com documentos pessoas, foto 3×4 e comprovante de matrícula na instituição de ensino.

De acordo com o secretário municipal de Direitos Humanos, Filemon Pereira, essa ação da prefeitura busca levar à comunidade acadêmica um beneficio que auxilia muito no cotidiano do aluno. “A carteirinha de estudante é uma assistência a estes alunos, que poderão ter descontos ou meia-entrada em diversos lugares e eventos, por isso, o Mutirão vai até a população, facilitando a entrega de centenas de benefícios como este”, destaca o secretário.

Além da Carteira de Estudante, o Mutirão vai orientar a população sobre o programa Identidade Jovem, em que o interessado deve estar cadastrado no Cadastro Único do Governo Federal, ter entre 15 e 29 anos e renda familiar de até 2 salários mínimos. O superintendente da Juventude, Luan Alves, explica que as confecções das carteiras de estudante e as orientações do ID Jovem são gratuitas. “O ID Jovem possibilita que a população tenha acesso aos benefícios de meia entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual”, explica Luan.

Outras ações
Na oportunidade, a população terá acesso a atendimentos médicos, como, por exemplo, exames oftalmológicos, orientações jurídicas, cuidados com a beleza, atividades recreativas e educacionais, distribuição de mudas nativas do Cerrado, ações de educação ambiental, dentre outros serviços da administração municipal.

Segundo o coordenador do Mutirão, Aristóteles de Paula, a intenção da atual gestão é levar o evento para todas as regiões da Capital. ‘Para esta edição, a expectativa é atender mais de 21 bairros’, assinala.

Com informações da Secom de Goiânia